segunda-feira, 5 de agosto de 2013

GEOSSÍTIO RIACHO DO MEIO EM RISCO

A omissão  da gestão e a ausência de controle, notadamente nos fins-de semana, no Parque Ecológico Municipal "Riacho do Meio", hoje, um Geossítio do Complexo do Geopark Araripe tem comprometido a preservação desta unidade de conservação.


Conforme constatações dos moradores do Sítio "Riacho do Meio", inclusive com um relato feito pela Presidente da Associação dos Moradores, veiculado em rádio mostrou que apesar do Parque ter vigias, atos de poluição sonora, práticas não recomendadas de comportamento e, usos de bebidas no interior dessse epaço, tem incomodado bastante tanto os frequentadores como a comunidade alí residente.

Presidente da Associação, Evaneide
Afinal essa unidade de conservação tem como precípuo básico a proteção de seus recursos naturais e, especialmente o "soldadinho do araripe", a ave símbolo do município de Barbalha, Ceará.


Também é comum que alguns visitantes que ali frequentam relatem a falta de informações sobre o Parque, pelo menos um informativo institucional, até porque esse Geossítio faz parte do roteiro turístico do Geopark Araripe.




Mas, quem é mesmo o órgão responsável pela gestão do Geossítio "Riacho do Meio"?
Na última semana de julho, pesquisadores da França estiveram visitando essa importante espaço e, foi demais constrangedor ouvir tais relatos, bem como não ter qualquer responsável técnico ou administrativo para prestar informações e fazer contatos posteriores.
Será que esse é o modo correto de atrair turismo ecológico ou científico para o município de Barbalha?!
Afinal, os cuidados e a proteção do habitat do soldadinho do araripe estão sob a responsabilidade de quem?
Barbalha não merece tanta insensibilidade ambiental!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário